Judoca Especial de Floresta luta na Itália e representa o Brasil

Sexta-feira, 16 de maio de 2014

Última Modificação: // | Visualizada 679 vezes


Ouvir matéria

Na última sexta-feira(09/05) Floresta foi muito bem representada na  XII edição do “Days of Sport as Integration and Internacional Judo Meeting”, disputada em Ravena na Itália. Foram dez lutadores especiais e várias medalhas, uma delas para nosso Município. Jaqueline Xander de 24 anos, a única mulher do grupo competiu pela primeira vez e trouxe uma medalha de ouro pra casa.

 

A equipe que é comandada pelo coordenador Ricardo Lucio e treinada pelos técnicos Lúcio Nagahama, Rogério Reis e Eurico Júnior, viajou pelo projeto “Judô para Todos Brasil” e enfrentou seis países: Croácia, Escócia, Holanda, Itália, Noruega e Reino Unido e voltaram pra casa com medalhas de ouro prata e bronze.

 

Para o Prefeito de Floresta José Roberto Ruiz “O mérito da vitória é totalmente de Jaqueline, pois o esforço e a dedicação foram dela” Com orgulho recebeu a judoca em seu gabinete e parabenizou pela conquista.

 

Para Diego dos Santos Correa, que viajou para fora do Brasil pela primeira vez, estar no tatame foi um importante desafio superado. "Foi duro, mas venci meus três adversários e achei ótimo viajar para outro país para adquirir experiência", diz.
Por outro lado Jaqueline ressalta que ainda não conseguiu acreditar no seu desempenho. "Fiquei surpresa com a vitória. Não quero mais parar de lutar. Durmo com a medalha embaixo do travesseiro", afirma ela, que teve que vencer duas lutas para ficar com o título e foi a primeira judoca a integrar a seleção brasileira na história.

Segundo o professor dos atletas, Paulo Rodrigo, o talento da dupla, que conheceu o judô há pouco tempo, merece ser reconhecido. "Nenhum deles competia ou lutava. Passamos o básico, demos algumas dicas e eles 'pegaram' rápido as nossas orientações."

De acordo com o coordenador do projeto, Lucio Nagahama, a dobradinha maringaense contribui para a promoção do judô entre pessoas com deficiência intelectual no País. "A ideia é massificar o nosso trabalho, que hoje atende cerca de 200 pessoas em Maringá. Através do esporte, os atletas conquistam mais que títulos. Eles ganham autonomia, se integram e a parte motora deles é estimulada", menciona.

Mais informação sobre o projeto de judô podem ser obtidas pelo (44) 3042-2571.

Fonte: APAE Maringá

Judoca Especial de Floresta luta na Itália e representa o Brasil Crédito: Reprodu??o Facabook
Legenda:

 Galeria de Fotos

 Veja Também